Projeto Neon - Auri Mota

O Jornal Alecrim desceu a serra, e fez uma visita à Biblioteca Parque Estadual, onde teve sua equipe muito bem recebida por seus anfitriões, principalmente no nome de André Miranda, gestor de todo o complexo, foi ele quem nos acompanhou, mostrando cada cantinho da biblioteca Parque Estadual, no centro do Rio de Janeiro, próximo a Central do Brasil. Em um lugar que respira cultura por toda a história que conta nas construções da época em que o Brasil ainda era colônia portuguesa.

 

Assim que adentramos na Biblioteca Parque Estadual, nos deparamos com uma exposição linda de fotos em Neon, a exposição: “Projeto Neon Make Up e Fotografia”. O projeto foi incentivado pelo Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado e Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc.  A Exposição é de lindas imagens de pessoas maquiadas, com pinturas no corpo e que eclodem com a luz negra no ambiente, pessoas em tons de azul e com detalhes na pintura fluorescente que reluzem no escuro. A exposição está disponível também no formato online em www.projetoneonaurimota.com onde o visitante pode, de sua casa, vislumbrar os lindos trabalhos deste grande artista visual, fazendo sua visita, conhecendo todo o projeto e o artista.

“Auri Mota é o artista criador do “Projeto Neon Make Up e Fotografia”. Artista brasileiro, 42 anos, baiano, transita entre a frente das Câmeras como ator e atrás delas, como caracterizador em filmes, séries e programa de TV. É formado como ator pela UFBA (Curso livre) e como fisioterapeuta pela UGF. Usa a fotografia como forma de expressar sua arte, criando ilusões e formas em seus personagens.

Auri Mota trabalhou em Séries, Longa-metragem, TV e Musicais. Foi indicado pela Academia Brasileira de Cinema, três vezes como melhor Caracterizador do Cinema Brasileiro. Foi, também, finalista do 20º e do 23º Prêmios Avon de maquiagem e Vencedor do 22º Prêmio Avon de maquiagem.

A fotografia surgiu como um hobby e está sendo uma nova atividade na vida do artista. Hoje, algumas de suas fotografias estão sendo usadas na divulgação de longas-metragens, como em “Faroeste Caboclo” e “Casal inseparável”, além de estar nas redes sociais de muitas celebridades.”        

 


“A exposição conta com 45 artistas fotografados, em sua maior parte desconhecidos, que se transformam em personagens alienígenas (avatar) aquáticos, celestiais, incandescentes, terrestres ou tecnológicos. São inspirados na fauna e na flora. Essas fotos expressam liberdade, movimentos e invocam sentimentos pela cromoterapia, como a calma, a ira. Inspiram a criatividade. É um projeto de Nu artístico, inovador, que não é censurado, podendo ser compartilhado por não revelar as partes íntimas. Todos os personagens são feitos de forma intuitiva, na luz natural, onde só é possível a visualização de 20% da maquiagem artística. Só após a finalização é que a luz negra entra e o personagem aparece. As obras que aqui estão foram selecionadas de um montante de mais de 10.000 fotos.”

Fontes: Auri Mota

Fotos e Outros: www.projetoneonaurimota.com 

 



 

 

 




 

 

Comentários