RETROSPECTIVA 2020 - DICAS DE ATIVIDADES CULTURAIS

O Jornal Alecrim vem mantendo sua meta de levar ao público Cultura e Arte, Gastronomia, Hospedagem e Turismo da Região Serrana do Rio de Janeiro, especialmente, da cidade de Teresópolis, sede do mesmo. Com publicações regulares através de suas várias Colunas alimentadas e mantidas por seus Editores/Colunistas, conseguimos atingir a meta prevista. Neste final de ano, publicaremos a nossa RETROSPECTIVA 2020 onde abordaremos, em forma reduzida, tudo que se pesquisou utilizando nossa "Nave Cultural" para informar nossos prezados leitores e parceiros. Viajamos por vários perfis artísticos 
e suas performances,  admiramos telas, quadros e suas variadas técnicas. Nos emocionamos com poesias, contos e com a leitura de livros que nos fez conhecer suas histórias, nos encantamos com o dia a dia de tantos artistas e conhecemos, talvez o mais importante, a atitude incansável de prover, manter e cultivar a arte e cultura de nosso artistas. Que se inicie então, a segunda viagem dessa RESTROPECTIVA 2020 através da Coluna DICAS DE ATIVIDADES CULTURAIS.                                
A primeira entrevista fiz, assim que assumi a coluna Dicas de Atividades Culturais, foi com uma artista que sonhou e idealizou o jornal. De acordo com seu projeto e com a entusiástica maneira que nos expôs, convenceu eu (Renato Galvão) e Gustavo Lucena a participar de seu projeto. Mas, não seria uma simples participação. Ela conhecia nosso potencial e assim nos tornamos coeditores e um pouco depois Colunistas do Jornal Alecrim. Iniciamos escrevendo assuntos relevantes a cultura e arte, reportagens sobre eventos de um  modo geral que publicávamos no jornal impresso. Com os acontecimentos causados pela pandemia e com a impossibilidade de entregar o Jornal em mãos, passamos a fazer nossas reportagens e entrevistas via online e a
escrever sobre vários assuntos de acordo com o tema  sugerido por cada coluna.
Portanto, nada mais justo que eu, como  repórter e colunista, entrevistasse a alma do Jornal. Assim segue nossa Retrospectiva 2020 em Dicas de Atividades Culturais...  

Logo após entrevistarmos Cláudia Coelho, seguimos informando ao nosso publico sobre os vários e importantes artistas que desempenham papel fundamental para o engrandecimento da cultura de um modo geral. Adiante a nossa "Nave Cultural" mostrará artes e artistas visitados por ela (a nave) e vocês poderão conferir as matérias clicando no link abaixo de cada foto... Venham! Viaje conosco! 

JORNAL ALECRIM entrevista CLÁUDIA COELHO - Produtora Cultural



VIDA SOB ESCOMBROS - O LIVRO QUE TERESÓPOLIS DEVERIA LER

FESTIVAL TERÊ CULTURA ON LINE - RENATA MONTEIRO

CONEXÕES ATLÂNTICAS V - COLETÂNEA POÉTICA LUSO-BRASILEIRA - 2020


FRANCESCO CITTADINO JUNIOR - Um Artista Plástico apaixonado por Teresópolis


BRUNNA CANESCHI – Uma escritora entre a ansiedade e a criação


HEBE COGLIATTI - A ARTISTA PLÁSTICA E SUA BELA ARTE


ROCHA MAIA - SINÔNIMO DE GRANDES ARTISTAS


RENATO CARDOSO - FANTÁSTICO ARTISTA PLÁSTICO


ÂNGELA BULGARELLI - UMA ARTISTA PLÁSTICA EM "BUSCA DE INFINITAS INTENÇÕES"


MARIA LUIZA BRASIL - “Pensamentos de mim, você e todos nós”


MARIO QUINTANA - A HISTÓRIA QUE VOCÊ NÃO LEU


CÍNTIA HENRIQUES - Escritora, Editora e Roteirista Audiovisual


Altamir Costa - Um Escritor Dinâmico e Comprometido


CRIS ÁVILA - Inquieta e talentosa escritora




PEDRO GARRIDO- Um escritor “viajando no espaço-tempo”


Andreia Marques - Talento e Competência


MICHELLE CARVALHO - Paixão, Vida, Emoção...


NIÁGARA CRUZ - Talento sem fronteiras


NELL MORATO: Talento, garra e superação  


FESTIVAL TERÊ CULTURA ONLINE - CLÁUDIA COELHO



FESTIVAL TERÊ CULTURA ONLINE - RENATO GALVÃO




FONTES E CRÉDITOS: Vide matérias originais








RETROSPECTIVA 2020 - GIRO PELO MUNDO

O Jornal Alecrim vem mantendo sua meta de levar ao público Cultura e Arte, Gastronomia, Hospedagem e Turismo da Região Serrana do Rio de Janeiro, especialmente, da cidade de Teresópolis, sede do mesmo. Com publicações regulares através de suas várias Colunas alimentadas e mantidas por seus Editores/Colunistas, conseguimos atingir a meta prevista. Neste final de ano, publicaremos a nossa RETROSPECTIVA 2020 onde abordaremos, em forma reduzida, tudo que se pesquisou utilizando nossa "Nave Cultural" para informar nossos prezados leitores e parceiros. Viajamos por mistérios, enigmas e cultura por estrelas, cometas, sóis e planetas. Visitamos cidades e civilizações perdidas, mostramos descobertas científicas, pesquisas e projetos para o futuro. Mergulhamos nos mares para mostrar espécies extintas e denunciamos os maus tratos à natureza. Que se inicie então, a primeira viagem dessa RESTROPECTIVA 2020 através da Coluna GIRO PELO MUNDO

                               


Nossa primeira viagem foi para desvendar os "MISTÉRIOS DE NOSSO UNIVERSO", buscamos informações sobre um enigmático número conhecido no mundo acadêmico cientifico como Constante de Estrutura Fina. Segundo tais acadêmicos, o nº 0.0072973525667(17) estaria contido em tudo nos vários universos, até mesmo num simples cadarço de um surrado tênis. Para saber mais a respeito, pesquisamos e descobrimos que um projeto liderado por Carl Sagan (1934-1996) e Frank Drake, dois renomados cientistas e astrônomos, enviaram mensagens contendo matemática básica, informações de nosso planeta, nossa civilização, nosso Sistema Solar, além, é claro, do número da Constante de Estrutura Fina. Esta mensagem foi direcionada ao aglomerado de estrelas M13. Saiba mais, leiam a matéria no site de nosso jornal.

Na matéria "UFOS, ESTAMOS SOZINHOS?", analisamos a história do filme de mesmo título, que se baseia na experiência real de contato e avistamento vivida por um estudante (Derek) universitário que muito tem a ver com a matéria acima. Tudo se iniciou após a aparição de um OVNI, por alguns segundo, sobre o Aeroporto Internacional Nothern no Kentucky EUA, que desencadeou uma série de acontecimentos envolvendo o estudante e o FBI (Federal Bureau Of Investigation). O enredo mostra a tentativa por parte do estudante de decifrar a mensagem deixada pelos ocupantes do OVNI na comunicação de rádio feita entre o operador de voo e os técnicos de pistas do aeroporto. A conclusão que se chegou ao final da trama é que a mensagem codificada usava o número da Constante de Estrutura Fina, enviada por Carl Sagan e outros cientistas do projeto, direcionada a M13, com o intuito que esta fosse interceptada por alguma civilização inteligente no espaço. E o que continha a mensagem deixada em código pelos extraterrestres? Confiram a Matéria.

Seguimos viagem pelo espaço da cultura e informações, porém, desta vez, para obter dados sobre a "PARTICULA DE DEUS OU BÓSON DA CRIAÇÃO". Esta matéria informou sobre as descobertas de Peter Higgs em 1964. A partícula surgiu com o Big Bang e seria fundamental para compreendermos tudo que existe em torno de nós. Sem esta partícula não existiriam planetas, estrelas, cometas, asteroide, ou seja, nada, muito menos o próprio universo. Daí ela ter sido batizada no meio científico com o epíteto de "A Partícula de Deus". Este assunto foi descrito detalhadamente em nossa matéria,


Nem bem havíamos concluído nossa missão de informar sobre a “Partícula de Deus”, tivemos que retornar ao nosso Sistema Solar para observar, entender e informar sobre o “OUMUAMUA - UM MENSAGEIRO QUE VEIO DE LONGE”. Descobrimos, com nossos estudos e pesquisa, se tratar de um corpo celeste nunca visto pelos nossos observatórios e observadores. Não era um cometa e muito menos um asteroide. Em nossa matéria sobre está enigmática descoberta, informamos tudo sobre tal objeto espacial que veio visitar a Terra. 

Ainda estávamos admirando o estranho “Oumuamua” quando passou por nós a sonda OSIRIS-Rex. Seguimos sua trajetória e descobrimos que seu destino era estudar e coletar dados de “BENNU, UM ASTEROIDE A CAMINHO DA TERRA”. A sonda orbitou o asteroide e pousou em sua superfície para coletar mais informações. Informações que publicamos em nossa matéria sobre “Bennu”.

Bem, retornamos para base no intuito de avaliar nossas viagens e traçar planos futuros referente ao destino de nossa "Nave Cultural". Numa conversa com alguns colaboradores, discutíamos a respeito dos heróis norte-americanos quando alguém citou o nome de Jean Lafitte. Entramos na Nave, aquecemos os motores e partimos para o território da Louisiana, Delta do Rio Mississippi, mais precisamente, na cidade de Nova Orleans. Lá, encontramos “JEAN LAFITTE, O CORSARIO - UMA HISTÓRIA DE INTRIGA, CRIMES E HEROISMO”. Buscamos informações sobre a batalha vencida pelo herói, livrando os americanos de tomarem uma surra da armada inglesa. Os acontecimentos que envolvem a história do corsário são a pirataria, contrabando, pilhagens, intrigas e muita confusão. Para vocês terem uma ideia, nem mesmo a data de nascimento ou óbito do corsário se sabe com precisão, porém, até filmes foram exibidos mostrando suas façanhas. Ele é adorado na região do Delta do Rio Mississippi e grande parte dos territórios norte-americano. Querem saber o porquê que Lafitte resolveu lutar pelos EUA? Leiam nossa matéria.

Porém, herói mesmo foi “STANISLAV PETROV, UM HERÓI ANÔNIMO QUE SALVOU O MUNDO”. Para contar esta história, partimos da região do Mississippi nos Estados Unidos direto para Rússia. Pousamos na cidade Vladivostok onde nascera nosso herói. Sua vida, carreira militar, o abandono, principalmente depois de decidir não explodir o mundo. As atitudes, sua simplicidade e humildade, vocês conhecerão nesta matéria que foi dedicada a este verdadeiro herói. Conheçam mais sobre este exemplo de ser humano.

Saímos da Rússia com destino ao Brasil, pelo caminho avistamos “SOCOTORÁ - UM ARQUIPÉLADO DE OUTRO MUNDO". A matéria sobre este fascinante arquipélago localizado ao noroeste do Oceano Índico de frente para Península Somali (Sudeste Africano), a 250Km a leste do Cabo Guardafui e a uns 380 km a sudeste da costa do Iêmen, nos vislumbrou quando deparamos com a beleza e a história deste arquipélago. Então, resolvemos registrar todas as informações sobre este verdadeiro paraíso. Para isso, nossa "Nave Cultural", voltou ao passado e assim contamos a história de Socotorá em três capítulos que vocês poderão ler no site de nosso Jornal Alecrim.

E já que estávamos próximos da África, fomos conferir uma notícia referente ao “CELACANTO - O “FOSSIL VIVO” DE 400 MILHÕES DE ANOS”. Celacanto é um peixe que foi acreditado extinto no período Devoniano, a mais de 416 milhões de anos atrás. Mas, parece que se esqueceram de dizer isto pra ele e para sua ramificada família. Ele apareceu no litoral Sul da África e Oceano Índico. Seus familiares foram vistos nadando tranquilamente em vários pontos dos mares nos Comores, Quênia, Tanzânia, Moçambique, Madagascar, Indonésia entre outros. Já foram encontrados até mesmo em rios. Então, quer saber mais sobre essa matéria?...

Sobrevoamos a Indonésia ainda procurando pelo Celacanto quando avistamos em algumas de suas ilhas um animal de aproximados três metros de comprimento com uns quarenta centímetros de altura com uma voracidade espontânea e espetacular, Era “O DRAGÃO DE KOMODO”. Esta espécie de lagarto vive nas Ilhas de Komodo, Rinca, Gili Motang, Flores e Sítio Alegre na Indonésia. Apesar de gigantes e ferozes, estes animais figurão nas listas de animais em extinção, principalmente nos registros da UICN (União Internacional para Conservação da Natureza). Se você ficou curioso e quer saber mais sobre estes espécimes, acesse o link de nossa reportagem.

Levantamos voo da Indonésia e seguimos o destino da América Central e do Sul onde pesquisaríamos e buscaríamos informações sobre “O SAPO DE VIDRO - UM ANFÍBIO TRANSPARENTE “. Esse tipo de sapinho possui a invejável qualidade de ficar transparente para defender-se de predadores, inclusive o homem. Mas, não se engane com seu tamanho ou aparente fragilidade, pois o macho, defende seus filhotes com força e ferocidade. Em nossa matéria referente a este notável espécime da fauna das florestas tropicais, ele aparecerá por inteiro para que você possa conhecê-lo melhor.


Nossa “Nave Cultural” seguiu o caminho das mãos do homem que têm provado, ao longo da história da Terra, ser extremamente destrutiva. Registramos e contamos para vocês que essa destruição se abateu forte e pesadamente sobre a natureza. Um lamentável exemplo dessa destruição chama-se “O MAR DE ARAL, O MAR QUE O “OURO BRANCO” SECOU”. Seu volume d'água era provido por dois principais rios da região: Syr Darya e Amu Darya. E estes rios foram desviados para o cultivo do chamado “Ouro Branco” que não é, nada mais ou menos, que o algodão, muito valorizado na mesma região. Conheçam essa tragédia ambiental e suas consequências para as populações ribeirinhas em torno deste que foi um verdadeiro paraíso destruído pelas mãos do homem.

A arqueologia tem chamado atenção para várias descobertas que nos permite conhecer acontecimentos, cidade e civilizações enterradas no passado da Terra. Uma dessas descoberta, muito polemica, diga-se de passagem, foi anunciada por Yosef Garfinkel. Levantamos voo e direcionamos o destino de nossa "Nave Cultural" em direção aos sítios arqueológicos localizados onde ficava o antigo Reino de Judá, a uns 3 mil anos atrás, para buscar informações sobre tal descoberta. O conceituadíssimo pesquisador israelense Yosef Garfinkel jura ter descoberto relíquias que seria identificada como peças artesanais retratando "A CARA DE DEUS".  Por lá, investigamos e descobrimos outras tantas mazelas e descobertas do referido arqueólogo. Conheçam o trabalho de Yosef Garfinkel.

Saímos de Tel Motza nos arredores de Jerusalém e viajamos até o México pousando na Cidade de Palenque, onde haviam encontrado uma tumba contendo os restos mortais de uma mulher coberta por um pó vermelho que lhe valeu o epíteto de “A RAINHA VERMELHA”. Tudo indicava que ali estaria enterrado os restos mortais de uma Rainha dos Maias, esposa do Grande Rei Pacal Votan, “O Guerreiro Sagrado”, da Civilização Maia. Pesquisamos e levantamos informações para escrever nossa matéria intitulada “UM MISTÉRIO... QUEM FOI “A RAINHA VERMELHA?” Esse mistério foi devidamente esmiuçado para que você entenda o motivo da dúvida levantada sobre a verdadeira identidade da mulher enterrada numa tumba abaixo do Templo XIII em Palenque. Confira nas páginas de nosso jornal.

Há várias explicações para o desaparecimento sem deixar vestígios de muitas civilizações, muitas delas, não temos nem mesmo conhecimento de sua existência. Enigmaticamente surgem aqui ou ali pelo nosso mundo, desencavadas pelas pás de dedicados arqueólogos, civilizações que nos faz recordar, os horrores de uma guerra atômica. Este é o caso de” MOHENJO DARO – A CIDADE VÍTIMA DE UM HOLOCAUSTO NUCLEAR 2000 a. C”. A comprobação científica de uma explosão atômica que destruiu, não só Mohenjo Dara como também Harappa, a capital do Império, localizado no Vale do Indo, não deixa dúvida. Nossa "Nave Cultural" pousou no Paquistão e nós fomos buscar informações sobre o ocorrido nas ruinas daquela civilização para compor a matéria que foi ao ar em nosso jornal em 05/12/2020.

Uma série de perguntas se formularam em nossas mentes fazendo com que, o desejo pela pesquisa se aguçasse, nos direcionando em busca de obter maiores informações sobre tais fatos. Quem criou Adão? Quem outorgou conhecimentos modernos as civilizações antigas? Por que os Patriarcas bíblicos viveram tantos anos? O que verdadeiramente aconteceu antes, durante e depois do Dilúvio? Onde está a resposta que nos fará compreender a rápida evolução do homem? Ou melhor, como explicar os milhões de anos até chegarmos à categoria de Homo Erectus e simplesmente, em pouco mais de 300 mil anos, nos transformarmos em homens inteligente, o chamado Homo Sapiens? E... O que aconteceu com a Civilização Suméria dizimada por uma nuvem de gases tóxicos oriundos de uma guerra atômica entre os “deuses”?

A “Nave Cultural” do Jornal Alecrim visitará monumentos, escavações, cidades descobertas e trazidas ao Sol de nosso mundo pelos valentes, destemidos e incansáveis arqueólogos. Nos basearemos em literatura especializada compiladas e traduzidas dos escritos deixados pelos próprios Sumérios para escrever “A SAGA DOS SUMÉRIOS - Introdução”, onde tentaremos esclarecer todos os mistérios. Serão os próprios Sumérios que contarão sua história e mais uma vez, mostrarão ao mundo “moderno atual” que nunca estivemos sozinhos no universo. No capítulo de introdução sobre “A SAGA DOS SUMÉRIOS” nós apresentamos um esboço do que será a Saga. Apresentamos onde iremos, porque iremos e o que escreveremos para informar nossos leitores e parceiro.

Nossa “Nave Cultural” esquentou os motores visitando museus, monumentos e escavações relativos aos Sumérios. Consultamos as epopeias escritas e deixadas por eles e buscamos, através da leitura, informações em literatura especializada para compor o primeiro episódio e contar os acontecimentos que levaram a fuga de um rei do Planeta Vermelho”. A formação do planeta, sua civilização, sua tecnologia avançada, seus conflitos, suas guerras e seus reinados e sucessões confusas. Neste episódio mostramos como tudo começou, como a necessidade de um povo extra Terra, os fizeram viajar pela Via Láctea em busca de salvação para o para o seu Planeta. Tudo isso e muito mais você encontrará em “A SAGA DOS SUMÉRIOS EPISÓDIO I - ANTES DA TERRA”.


Link das Matérias:

https://www.jornalalecrim.com/2020/07/giro-pelo-mundo-com-renato-galvao.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/07/giro-pelo-mundo-com-renato-galvao.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/07/ufos-estamos-sozinhos.html

 https://www.jornalalecrim.com/2020/08/a-particula-de-deus-ou-boson-da-criacao.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/10/oumuamua-um-mensageiro-que-veio-de-longe.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/10/bennu-um-asteroide-caminho-da-terra.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/09/jean-lafitte-o-corsario-uma-historia-de.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/09/stanislav-petrov-um-heroi-anonimo-que.html

 https://www.jornalalecrim.com/2020/08/um-arquipelago-de-outro-mundo-primeiro.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/08/um-arquipelago-de-outro-mundo-segundo.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/08/um-arquipelago-de-outro-mundo-capitulo.html

 https://www.blogger.com/blog/post/preview/6738156895423053574/5226812219767422547

https://www.jornalalecrim.com/2020/10/o-dragao-de-komodo.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/09/o-sapo-de-vidro-um-anfibio-transparente.html

 https://www.jornalalecrim.com/2020/11/o-mar-de-aral-o-mar-que-o-ouro-branco.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/09/encontrada-cara-de-deus.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/11/um-misterio-quem-foi-rainha-vermelha.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/12/mohenjo-daro-cidade-vitima-de-um.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/11/a-saga-dos-sumerios.html

https://www.jornalalecrim.com/2020/12/a-saga-dos-sumerios-antes-da-terra.html


Informações sobre pesquisas e créditos mencionados no original das matérias

 


Destaque do mês

1º LIVRO DO ANO - RESENHA CREPÚSCULO - DESAFIO DE RELEITURA - PARTE 2

 RESENHANDO CREPÚSCULO   DESAFIO DE RELEITURA by Cláudia Coelho @claudiacoelhoautora      Em novembro de 2021 a adaptação cinematográfica de...

Preferidas do Público