TURISMO E NATUREZA

MARAVILHAS DE TERESÓPOLIS

#TURISMO

#jornalalecrim

 

Vamos falar de um ícone turístico fluminense, que pode não estar fisicamente no território de Teresópolis, mas brinda seus moradores e visitantes, por poder ser observado lindamente em diversos locais da cidade, o Dedo de Deus.


DEDO DE DEUS


Esta divina obra geológica, que está no Parque nacional da Serra dos Órgãos e junto com outras montanhas compõe a Serra dos Órgãos, ganhou este nome, por ser muito semelhante a  uma mão com dedos fechados e apenas o dedo indicador apontando para o céu. Parece esculpida manualmente pelo criador, que mostra, apontando, onde encontramos ajuda para todos os problemas.

O Dedo de Deus tem grande importância e aparece nas bandeiras e brasões de algumas cidades fluminenses (Magé, Guapimirim e Teresópolis) e na do estado do Rio de Janeiro, sua importância também se dá para a iniciativa montanhista no Brasil tendo sido vencido, apesar da fama à época de inatingível, por teresopolitanos no ano de 1912. O primeiro grupo de montanhismo brasileiro (Centro  Excursionista Brasileiro - CEB), fundado em 1919, trás a imagem do Dedo de Deus na sua bandeira.





Por todos que têm a oportunidade de ver a perfeição artística divina na feitura de tão linda obra de arte natural, a paixão é inevitável, e a todos que visitam a cidade de Teresópolis a parada no Mirante do Soberbo é quase uma lei, para que os turistas levem consigo fotos de um dos mais bonitos cartões postais do Brasil. É também, onde muitos pausam a caminhada pela avenida Rotariana e tomam fôlego para retornar, ou ainda, bebem uma água de coco ou um caldo de cana e se revigoram com o frescor da bebida e a linda vista da paisagem.

Quando visitar a cidade de Teresópolis, não deixe de ir ao Mirante do Soberbo ver uma das mais lindas visões que terá e, ao entrar na cidade, em muitos momentos irá se deparar com uma visão do Dedo de Deus, contudo, no mirante, a visão é realmente diferenciada.

 




Gustavo Lucena de Melo é um escritor fluminense, nascido em Niterói, criado entre o subúrbio carioca e a serra teresopolitana. E reside desde sua tenra idade na cidade que lhe tomou o coração a cidade de Teresa, como também é conhecida.

Em Teresópolis Gustavo se criou e por influência, principalmente da mãe e do padrasto, se descobriu um consumidor de livros. E por esse amor a literatura, redescobriu seu lado poeta, coordena o GT (grupo de trabalho) do Fórum de cultura de Teresópolis "Palavra em ação", possui uma obra publicada, de grande importância para a cidade, por se tratar de um momento crítico recente pelo qual a cidade passou:  "Vida sob escombros", é integrante do grupo de artistas idealizadores, criadores e mantenedores do "Jornal Alecrim" onde vem fazendo, periodicamente, o seu editorial.

GUSTAVO LUCENA, comanda a coluna TURISMO E NATUREZA, e a coluna POESIAS E CRÔNICAS, nos DOMINGOS e SEGUNDAS respectivamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Destaque do mês

CAPIM DOURADO - O OURO DO CERRADO

Originário do Cerrado, uma verdadeira preciosidade, que são os fios dourados da sempre-viva que brota em campos do Mato Grosso, Mato Grosso ...

Preferidas do Público