MODA E ESTILO COM LUCIANA BARBOSA - 003 - Primeiras experiências, a rota para o sucesso

 

Primeiras experiências, a rota para o sucesso




    Com 19 anos, mais ainda, queria gerar renda, construir minha casa, casar ... Foi aí que ao sair da fábrica resolvi investir a minha rescisão em uma máquina de costura, uma overloque, aquela sequinha, verdinha.  Com ela fechei meu primeiro pedido, e junto com minha mãe faturei um troquinho. Fiquei feliz com o resultado e vi ali uma possibilidade de viver de moda. Comecei a aplicar algumas coisas que eu observava na fábrica.

    Aqui em Teresópolis acontece há 48 anos a feirinha (FEIRARTE), é a maior feira permanente de artesanato ao ar livre do Brasil, são mais de 600 estandes com variados tipos de artesanato, roupas para crianças e adultos, móveis, alimentos, decoração e muitas mais... A praça de alimentação resgata a antiga estação de trem do Alto, com 18 boxes de alimentação, palco, camarins e banheiros. Como não poderiam ficar de fora, a criançada também tem seu lugar reservado, uma pracinha de brinquedos para fazer a alegria dos pequenos.

    Fiz parte dessa feira durante 13 anos, lá vivi muitas experiências. Quando entrei era muito jovem, totalmente sem experiência no mercado, mas com uma vontade enorme de trabalhar e sempre focada em atender aos meus clientes com qualidade, meu stand era de roupas femininas, logo fui identificando um público exigente, e assim eu fui me destacando. Estava sempre antenada nas tendências e procurava alinhar a qualidade dos tecidos às minhas modelagens. Fiquei conhecida como a "barraca dos shorts". Meus clientes eram fiéis, pois sabiam que podiam confiar no meu produto. Assim atendi o meu primeiro cliente, lojista, que me comprou 300 shorts, que maravilha!!!

    Venda grande!! Volume!!! Vi que era bom e aproveitei para fidelizá-lo e conquistar outros. Ao passar dos anos, casei e já em 2001, grávida do meu filho, me deparei com um pedido: produzir 300 peças! Era maravilhoso, imagine 5000?

     Não tinha nem mão de obra para atender, mas como deixar essa oportunidade passar?? Amo desafios!!! Analisei a proposta, comprei tecidos direto da fábrica, comprei 2 máquinas, contratei 4 pessoas e terceirizei, isto é, uma facção, para mais de 30 toda a produção… Consegui atender a cliente e vendi mais 10 mil peças para ela, além de continuar atendendo os outros clientes. Não foi fácil… Mas foi possível, quando uma produção é planejada conseguimos concluir a as etapas. Naquele ano, minha barraca não dava vazão!!! 

    Digo que a Feirarte foi o meu primeiro passo para tudo que tenho e aprendi até hoje!! Tenho muito respeito por todos que lá estão, pois sei que sob o sol ou chuva as vendas acontecem!! 

    Acreditem que tudo é possível!! Nada é fácil, temos que ter foco e principalmente planejamento.

Não esqueça também do mais importante, se capacitar!!!

Corre no canal que tem muito conteúdo para você evoluir nas suas costuras, e na próxima matéria te conto mais um pouco dos meus desafios!








Assista também no Youtube: Luciana Barbosa

Comentários